Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48IC-logoutIC-upIcon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist
O lado B do desenvolvimento

O lado B

Tempo de leitura: 8 minutos

O Lado B do Desenvolvimento

É claro que esta é uma era acelerada. Em que tudo corre sobre rodas e a velocidades dignas de um formula 1. A Bosch quer correr a esse ritmo e já em 2018 concluiu 30 projetos de eletromobilidade no valor de vários milhares de milhões de euros. Até 2025, a empresa pretende aumentar dez vezes as suas vendas nesta área, para um total de 5 mil milhões de euros. O objetivo é liderar o mercado da eletromobilidade

Apesar desta exigência, a Bosch não descura a qualidade e a fiabilidade, mas acima de tudo trabalha para garantir o bem-estar de quem faz parte de uma família, que em Portugal conta com mais de 3500 pessoas. Num universo tão vasto seria de esperar que as opiniões divergissem, mas o mais surpreendente das nossas histórias é que todas elas têm um fio condutor. A Bosch parece ser sempre o lado B para pessoas criativas, exigentes e que procuram novos desafios. No final, as expectativas não são desfraldas e o entusiasmo está espelhado, por exemplo, naquilo que os engenheiros do projeto e-bike têm para dizer.

"É algo desafiante para qualquer engenheiro, poder estar envolvido num projeto como o ebike, porque estamos a trabalhar numa área que tem cada vez mais relevância no contexto da mobilidade urbana."

Paulo Campos

A pedalar também se faz o futuro da Internet das Coisas

A equipa de e-bike partilha o mesmo entusiasmo que um ciclista sente quando vai para a estrada. Criar um produto fiável, de alta qualidade, mas ao mesmo tempo divertido – esses são os objetivos do Tiago, do Paulo e Cristina, três engenheiros que fazem parte do projeto e-bike.

Nem só de automóveis vive a Bosch, e o projeto e-bike é um bom exemplo daquilo que é possível desenvolver na Bosch em Braga, que é Car Multimedia, mas é também o que a imaginação e a criatividade dos engenheiros permitir. Esta equipa é responsável pelo desenvolvimento da PCB que faz a comunicação entre todos os componentes do cluster, incluindo o display e bateria, que permitem, entre outras coisas, utilizar este computador de bordo em modo off board. O Tiago conhece o projeto como a palma das suas mãos, não fosse o engenheiro que deu inicio ao seu desenvolvimento e concretização. O trabalho focou-se na pesquisa de componentes e no desenho e cálculo das dimensões tudo aquilo que é necessário para que todos os componentes funcionem na perfeição.

“Estamos a fazer de tudo para termos um produto fiável e divertido.”

Cristina Oliveira
ebike product

Um trabalho de colaboração que corre sobre rodas

O que pode parecer um trabalho solitário, é antes um trabalho de troca de experiências, de discussão e reflexão. É um trabalho multidisciplinar, com o contributo de várias equipas, incluindo a equipa de mecânica e software, que comunicam e discutem soluções para que o produto final respeite todos os parâmetros de qualidade e fiabilidade exigidos em equipamentos deste tipo. No final a supervisão do design do produto final é a função que corrobora a importância desta equipa constituída por jovens engenheiros.

ebike team

"Este trabalho envolve a colaboração com uma equipa de mecânica e com uma equipa de software porque não podemos pensar o produto de uma forma que não seja integrada."

Tiago Alves

Um percurso exigente, mas que se faz em equipa

O trabalho na Bosch tem destas coisas. Sabe-se à partida que não é possível não ser exigente e atento aos pormenores. Os produtos são desenvolvidos sob elevados critérios de qualidade e sempre com objetivo de serem tecnologicamente evoluídos e fáceis de utilizar. No fundo “Queremos oferecer um produto fiável e divertido”. Nas palavras da Cristina, é necessário que tudo funcione corretamente: “Desde a conexão Bluetooth, Wifi, até ao GPS, temos que garantir que o utilizador não se perde no meio da montanha”. A exigência deste projeto é algo que orgulha esta engenheira, que concretiza todos os dias o objetivo de desenvolver e lançar um produto que faça parte da vida das pessoas.

teste-bicicleta

Um projeto com metas, mas sem final à vista

Perder-se é algo que não vai acontecer a este projeto já que Tiago integra o desenvolvimento da segunda geração dos computadores de bordo para e-bikes. Engenheiro mecânico de formação, mas com vontade de definir o design destes computadores de bordo, é no dia-à-dia de trabalho na Bosch que encontra a realização dos seus projetos pessoais. Sabe que o projeto é valorizado e tem valências que vão para além das bicicletas. Aliás, como todos os projetos na Bosch, este faz parte de um leque infinito de projetos, cuja aprendizagem e o conhecimento adquirido podem ser transportados para outros projetos de áreas diferentes.

De um modo mais genérico, a equipa partilha de uma mesma visão, uma mesma opinião sobre o que a Bosch permite: desenvolver, investigar, crescer, mas acima de tudo criar e ter a liberdade para pensar mais à frente.