Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48IC-logoutIC-upIcon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist
divisão bosch software
Notícias

Bosch junta conhecimento em software e eletrónica numa divisão com 17.000 colaboradores

Um novo caminho para o futuro da mobilidade que inclui a unidade Braga

  • Uma fonte única para sistemas com uso intensivo de software para futuras arquiteturas de veículos
  • Nova divisão multidisciplinar de soluções de computação com 17.000 colaboradores „ Mercado de sistemas eletrónicos com uso intensivo de software cresce cerca de 15% ao ano
  • Despesas anuais de 3 milhões de euros em desenvolvimento de software automóvel „ Bosch Car Multimedia em Braga integra também nesta nova divisão mais de 400 engenheiros dos centros de I&D

Os veículos de hoje estão a mudar, principalmente como resultado da utilização de software e eletrónica. O mercado de sistemas eletrónicos com uso intensivo de software deve crescer cerca de 15% ao ano entre 2020 e 2030. Com o objetivo de ampliar a sua posição de liderança neste mercado a Bosch criou uma nova divisão, Cross-Domain Computing Solutions. Desde o início de 2021, tanto os clientes que já fazem parte da carteira da Bosch, assim como os novos receberão sistemas eletrónicos e o software necessário de uma única fonte: uma divisão com aproximadamente 17.000 colaboradores. “Nesta altura, um veículo contém cerca de 100 milhões de linhas de código de software. Apenas uma empresa com ampla experiência em eletrónica e software estará em posição de moldar o futuro da mobilidade”, afirmou Stefan Hartung, membro do conselho de administração da Robert Bosch GmbH e presidente do setor de negócios da Mobility Solutions.

A mudança para a eletrónica cada vez mais sofisticada e a utilização intensiva de software está a tornar-se cada vez mais rápida. O resultado é um aumento considerável na complexidade da engenharia automóvel. Para a nova divisão, o objetivo será reduzir essa complexidade através de soluções eletrónicas e de software integradas. Além disso, aquilo que se pretende será obter novas funções para a circulação dos veículos em estrada de forma mais rápida. Para isso, a Bosch juntou nesta nova unidade engenheiros de software, elétricos e eletrónicos das áreas de assistência ao condutor, condução autónoma, multimédia veicular, transmissão e eletrónica da carroçaria. “A Bosch é pioneira em eletrónica automóvel. Além disso, é também desde há algum tempo uma empresa de software. No futuro, a nossa nova divisão está predestinada a avançar ainda mais na digitalização dos veículos”, afirma Hartung.

No caso de Portugal e mais especificamente da Bosch Car Multimedia, mais de 400 engenheiros dos centros de I&D em Braga passam a fazer parte da nova divisão denominada XC, continuando a dar o seu contributo para a criação de soluções de mobilidade inteligente, autónoma e conectada. “A experiência e as competências das nossas equipas de I&D e a proximidade dessas atividades ao centro de competências e à manufatura são vantagens competitivas relevantes no Grupo Bosch”, afirma Carlos Ribas, Administrador Técnico da Bosch em Braga e Representante da Bosch em Portugal. "Temos em Braga o ecossistema ideal para que essa mudança seja benéfica e traga mais crescimento no futuro", reforça Carlos Ribas.

bosch_softwareentwicklung

O software representará um papel fundamental no futuro dos automóveis

Enquanto um carro com dez anos incluiu cerca de 10 milhões de linhas de código de software, os veículos autónomos incluirão entre 300 e 500 milhões de linhas de código. Para contextualizar estes números, um milhão de linhas de código de software são equivalentes a quase 18.000 páginas impressas. "O software desempenhará um papel crucial na determinação dos recursos e conforto de um veículo no futuro. Isto ajudará a tornar os carros cada vez mais inteligentes e fornecerá aos condutores um benefício tangível”, adianta Harald Kroeger, membro do conselho de administração da Bosch. A empresa reconheceu rapidamente a importância do software para veículos e dedica-se ao seu desenvolvimento internamente há quase quatro décadas, com um gasto anual atual de 3 mil milhões de euros. A engenharia de software tradicional em unidades individuais e discretas está a atingir os seus limites. É por isso que a Bosch está a reunir os seus recursos de engenharia de software automóvel na nova divisão de soluções de computação multidisciplinar. "O fornecimento de software a partir de uma única fonte é a nossa resposta ao enorme desafio de tornar os carros cada vez mais digitalizados", conclui Kroeger, que será responsável por esta nova divisão, que no futuro desenvolverá o software no qual os computadores e as unidades de controlo do veículo se baseiam e o software para as funções do veículo, que variam de sistemas de assistência de estacionamento e manutenção na faixa de rodagem, até a streaming de música. O resultado será o lançamento muito mais rápido de novas funções, trazidas aos utilizadores por atualizações de software. Isso permitirá que as construtoras ofereçam aos seus clientes uma experiência de condução cada vez mais integrada e confortável.

Moldar ativamente a transformação da eletrónica automóvel

Além do desenvolvimento de software multidisciplinar, a Bosch dedica parte do seu esforço à arquitetura E / E (elétrica / eletrónica) dos veículos projetados para o futuro. É nessa medida que esta divisão será responsável pelo desenvolvimento de computadores, unidades de controlo e sensores de veículos. A interação de todos estes componentes será crucial no futuro. “A principal tarefa das soluções de computação multidisciplinar será tornar controlável a complexidade dos sistemas eletrónicos. Além disso, os sistemas terão que ser o mais fiáveis ​​possível”, afirma Kroeger. A este respeito, a Bosch concentra-se, em particular, em computadores veiculares potentes como base técnica para a digitalização de veículos modernos. Com cada vez mais funções em todas as partes do veículo, estes computadores combinam as tarefas de unidades de controlo individuais. "Os veículos premium de hoje apresentam mais de 100 unidades de controlo individuais e até veículos mais compactos têm entre 30 e 50. Estes potentes computadores permitirão reduzir significativamente estes números", adianta Kroeger. E com os computadores do veículo - para funções do cockpit e conectividade, sistemas de assistência ao condutor, condução autónoma e transmissão - desenvolvidos numa unidade multidisciplinar pela primeira vez, o resultado será uma arquitetura de TI consistente em todo o veículo. Todos os componentes elétricos e eletrónicos serão, portanto, perfeitamente compatíveis. Além disso, a Bosch poderá tirar partido de inúmeras sinergias.

Mais perto do mercado e dos clientes

Com as soluções de computação multidisciplinares, a Bosch poderá oferecer aos seus clientes eletrónica e software para veículos a partir de uma única fonte. “A dinâmica mudança em direção a uma maior digitalização no veículo determinará crucialmente o formato da nova divisão. A nossa nova configuração vai permitir-nos satisfazer novos requisitos - tanto do mercado como dos nossos clientes – de forma eficaz”, afirma Kroeger. Portanto, desde o início de 2021, toda a divisão Car Multimedia e partes das divisões Powertrain Solutions, Chassis Systems Control e Automotive Electronics que desenvolvem sistemas eletrónicos em vários domínios com uso intensivo de software serão reunidas nesta nova unidade. Isso significa que a nova divisão empregará cerca de 17.000 colaboradores em mais de 40 localizações de mais de 20 países. Os representantes dos colaboradores das várias áreas ​​estarão envolvidos na elaboração dos detalhes da sua organização.


Bosch Tecnologia Software Lidar

Agregando experiência de produção

A Bosch já agregou todas as atividades de fabricação de eletrónica do setor de negócios da Soluções de Mobilidade em abril deste ano. A divisão Automotive Electronics coordena agora a produção de unidades de controlo e computadores para veículos em todos os seus domínios. Dessa forma, a empresa está também a tirar partido de sinergias nas suas operações de produção. A nova rede de produção irá empregar cerca de 24.000 colaboradores em 21 fábricas de 14 países.


Comunicação Institucional

Comunicação Institucional

Telefone
E-mail

Perguntas gerais sobre a Bosch

Mais novidades