Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48IC-logoutIC-upIcon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist
v2x1

Bosch e Veniam garantem conectividade perfeita entre veículo e meio envolvente

Bosch e Veniam garantem conectividade perfeita entre veículo e meio envolvente

Sistema para localização de veículos desenvolvido com contributo de engenheiros portugueses

  • “A Bosch está a adotar uma abordagem multi-padrão no que diz respeito ao V2X.”, avança Dirk Hoheisel „
  • Princípio all-in-one: a unidade de conectividade da Bosch comunica utilizando todas as tecnologias de transmissão populares do mundo. „
  • O software de gestão de conexão inteligente da Veniam seleciona sempre o melhor padrão de comunicação. „
  • Bosch e Veniam estão selecionadas para o CES 2019 Innovation Award Honorees.

O que é verdade para as pessoas é também para os carros: a comunicação funciona melhor quando existe uma linguagem comum e uma boa conexão. Para permitir uma condução conectada e automatizada no futuro, os veículos devem ser capazes de comunicar facilmente uns com os outros, bem como com o ambiente ao redor. Atualmente, não existe uma base técnica padronizada globalmente para essa troca de dados, conhecida como comunicação vehicle-to-everything, ou V2X. Em vez disso, no futuro os veículos vão comunicar utilizando uma ampla variedade de padrões diferentes implementados por países e fabricantes de veículos em todo o mundo. “A Bosch está a adotar uma abordagem multi-padrão quando se trata de V2X. Desenvolvemos uma unidade de conectividade universal capaz de comunicar usando todos os padrões de transmissão implementados em automóveis conectados”, afirma Dirk Hoheisel, Membro do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH. O mais interessante é que a Bosch possui unidades combinadas de conectividade e unidades de telemática capazes de funcionar, individualmente, com uma única tecnologia de transmissão, para criar uma unidade de controlo central multifuncional para comunicação de dados V2X. Os carros podem assim utilizar as redes Wi-Fi disponíveis nas cidades, enquanto noutros lugares podem comunicar recorrendo, por exemplo, a redes móveis. A complexa tarefa de gestão dessas diversas opções de comunicação é feita por uma solução de software da Veniam, uma startup de Silicon Valley. Este software procura continuamente a melhor tecnologia de transmissão que responda aos requisitos específicos e alterna automaticamente entre as opções disponíveis. Deste modo, o software mantém uma conectividade contínua e perfeita do veículo, garantindo que os carros possam, por exemplo, alertar uns aos outros de forma confiável sobre acidentes ou que os passageiros possam desfrutar de streaming de música de forma ininterrupta.


anim bosch

Bosch desenvolve unidade de conectividade para todos os padrões

Estima-se que o número de veículos conectados nas estradas na Europa, nos Estados Unidos e na China ultrapasse 470 milhões até 2025 (fonte: PwC). Inicialmente, a maioria dos veículos irá conectar-se diretamente à cloud; mas, graças ao V2X, um número crescente de veículos será também capaz de comunicar diretamente entre si, bem como com sinais de trânsito, locais de construção de estradas, cruzamentos pedestres, edifícios, etc. Será então possível a estes veículos enviarem alertas sobre riscos potenciais, como a aproximação do final de um engarrafamento, situações de acidentes ou condições de gelo na estrada, entre outros. Estes veículos podem ainda aproveitar a vantagem de saber quando o próximo conjunto de semáforos ficará verde, podendo assim ajustar a sua velocidade de acordo com isso. Isto garante que o tráfego, principalmente citadino, flua de forma mais constante. Ainda assim, não existe nenhum padrão globalmente harmonizado para a comunicação V2X atualmente no horizonte. Enquanto a China usa principalmente a tecnologia Cellular-V2X (C-V2X), que é baseada em comunicações móveis, a Europa e os EUA planeiam introduzir adicionalmente padrões de transmissão baseados em Wi-Fi (DSRC e ITS-G5) juntamente com o C-V2X. Uma mistura de padrões está a emergir internacionalmente, o que pode acarretar problemas de comunicação de veículos. No entanto, quando os carros estiverem equipados com a unidade de conectividade universal da Bosch, este já não será um problema. Os veículos equipados poderão comunicar uns com os outros, bem como com o meio envolvente, independentemente da marca do veículo ou do país em que estão a ser utilizados. Isto tornará a comunicação V2X ainda mais segura e fiável. “Graças ao princípio all-in-one da Bosch para veículos conectados, o maior número possível de condutores em todo o mundo pode beneficiar da segurança, conforto e conveniência oferecidos pela V2X”, afirma Dirk Hoheisel.

Software garante a melhor conexão

O software da Veniam tem como função melhorar as conexões para a unidade de conectividade da Bosch. Além de estar atento às tecnologias de comunicação V2X atualmente disponíveis, o software também monitoriza de perto os custos e a latência da transmissão de dados de cada opção de conexão alternativa, já que nem todas as tecnologias são adequadas para todas as situações. Por exemplo, quando se trata de alertar um condutor para outro veículo que está prestes a atravessar-se à sua frente, vindo de uma rua lateral, cada milésimo de segundo conta. Esse tipo de informação crítica deve ser comunicada em tempo real usando tecnologia altamente fiável, que está sempre pronta para uso - mesmo que isso signifique que os custos de transmissão de dados resultantes sejam maiores. Por outro lado, as atualizações de software da cloud ou uma atualização do mapa do sistema de navegação podem ser suspensas nesse tipo de situação, até que uma rede Wi-Fi de baixo custo esteja disponível. Grandes volumes de dados podem ser transmitidos via Wi-Fi num curto espaço de tempo, embora uma desvantagem seja o facto das redes Wi-Fi nem sempre estarem disponíveis. O software da Veniam está familiarizado com os prós e contras de cada um dos tipos de comunicação e estabelece sempre a conexão ideal. “A combinação única do software de rede inteligente da Veniam e da unidade de conectividade da Bosch aumenta drasticamente a capacidade de processamento de dados do veículo, abrindo caminho para serviços inovadores na cloud e para uma mobilidade futura muito mais segura”, afirma João Barros, fundador e CEO da Veniam. Por ocasião da maior feira de eletrónica de consumo do mundo, a CES 2019 em Las Vegas, a Bosch e a Veniam foram selecionadas para o Prémio Inovação CES 2019 na categoria "Tecnologia Inteligente de Veículos e Condução Autónoma" devido a esta solução desenvolvida em conjunto.

signature

Bosch testa V2X na Europa, nos Estados Unidos e na China

No maior teste de campo realizado até hoje na Europa (simTD, Safe Intelligent Mobility – Test Field Germany), a comunicação V2X provou que é adequada para uso diário em condições quotidianas e em simulações de laboratório. A Bosch desempenhou um papel significativo neste projeto conjunto. Desde fevereiro de 2017, a Bosch, a Vodafone e a Huawei têm vindo a realizar testes da comunicação V2X com os primeiros módulos de teste 5G – tendo sido as primeiras empresas na Europa a fazê-lo. A autoestrada A9 na Baviera, norte de Munique, é o local dos testes de campo, que se concentram em sistemas de alerta em tempo real durante as manobras de mudança de faixa na autoestrada ou nos casos em que o veículo da frente trava repentinamente. O V2X também poderá tornar as funções de assistência ao condutor ainda mais confortáveis, como o cruise controle adaptativo (ACC). No verão de 2018, a Bosch testou, em Detroit, a comunicação segura e direta entre veículos e infraestruturas fora de estrada, câmaras e sensores. O teste mostrou a tecnologia DSRC baseada em Wi-Fi, onde os veículos equipados receberam notificações sobre o status dos sinais de trânsito localizados adiante e sobre peões que atravessavam a rua - funções projetadas para aumentar a segurança no trânsito da cidade. A ESCRYPT, uma subsidiária do Grupo Bosch, forneceu as tecnologias de segurança cibernética por trás dessas demonstrações do V2X. Na China, a Bosch está a testar a comunicação para esse fim utilizando Wi-Fi e tecnologia móvel. Os testes estão focados em alertas que ajudam o motorista ao ultrapassar ou gerir interseções complexas.