Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48Icon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Icon--store-locator-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist

Este website utiliza cookies por motivos de funcionalidade, conveniência e estatística. Podes alterar esta definição em qualquer altura clicando em "Alterar definições". Se consentes com esta utilização de cookies, pressiona "Sim, concordo"

Bosch em Portugal

Notícias

Mais segurança nas duas rodas: as inovações da Bosch para os motociclos do futuro

18/05/2018

„ Andar de mota está a tornar-se mais seguro graças à tecnologia Bosch, presente em modelos da KTM e Ducati. „

Bosch assume visão de reduzir os acidentes fatais em motociclos. „

Um em cada sete acidentes de mota pode ser evitado ao utilizar sistemas de assistência de radar, tornando-se este um órgão sensorial do veículo. „

“A Bosch está a elevar a segurança das motas a um nível totalmente novo”, afirma Dirk Hoheisel membro do conselho da administração da Bosch.

A segurança é um dos desafios mais urgentes no mercado dos motociclos. Tanto no que diz respeito a sistemas de assistência inteligentes como a pacotes de conectividade, a Bosch procura tornar as estradas mais seguras para os motociclistas, declarando uma visão clara de reduzir para zero o número de fatalidades em acidentes com veículos de duas rodas. Com os projetos de investigação que já estão a decorrer, as próximas etapas estão já planeadas. Os fabricantes de motas KTM e Ducati vão incluir os novos sistemas de assistência Bosch na produção de novos modelos, já em 2020. Para a Bosch, este é o próximo passo no caminho da condução sem acidentes – sem comprometer o prazer de condução e sem retirar a responsabilidade aos motociclistas por uma condução segura. “A Bosch está a trazer a segurança do motociclismo para um nível totalmente novo,” afirma Dirk Hoheisel, membro do conselho de administração Robert Bosch GmbH.

Projeto de investigação para a diminuição do risco de derrapagem

Devido a folhas molhadas, um derrame de óleo ou gravilha na superfície da estrada, o risco de as rodas começarem a deslizar para os lados, ao descrever uma curva, é eminente. Em situações como estas, os motociclistas quase não têm a possibilidade de corrigir a trajetória da mota, exigindo para tal uma força lateral externa adicional. Esta é a ideia por detrás da mitigação de derrapagem que a Bosch está a desenvolver no âmbito de um projeto de investigação. Este sistema mantém a mota na trajetória correta e reduz consideravelmente o risco de queda. Um sensor deteta a derrapagem lateral das rodas e se um determinado valor for ultrapassado, gás é libertado de um acumulador semelhante àquele que é utilizado nos

airbags

dos carros de passageiros. O gás move-se para o adaptador do tanque e é ventilado numa determinada direção através de um pulverizador. Este impulso invertido mantém a mota equilibrada.

Sistemas de assistência por radar: mais segurança, mais diversão

De acordo com os resultados da pesquisa sobre acidentes da Bosch, os sistemas de assistência por radar podem prevenir um em cada sete acidentes de mota. Estes assistentes eletrónicos estão constantemente vigilantes e, em situações de emergência, respondem mais rapidamente do que as pessoas. A tecnologia que sustenta estes sistemas é uma combinação de sensor e radar, sistema de travagem, gestão do motor e HMI (Human Machine Interface). Dar às motas um radar como um órgão sensorial permite novas funções de assistência e segurança do veículo, ao mesmo tempo que fornece uma imagem precisa do ambiente em redor. Como resultado, não apenas a segurança mas também a diversão e a conveniência são aumentadas, facilitando a vida dos condutores. “A mota do futuro deve ser capaz de ver e sentir,” afirma Geoff Liersch, chefe da unidade de negócio Two-Wheeler e Powersports da Bosch.

Cruise-Control ACC adaptativo

Conduzir num ambiente de tráfego intenso e manter a distância correta em relação ao veículo da frente requer muita concentração, difícil de manter durante longos períodos de tempo. O ACC ajusta a velocidade do veículo ao fluxo do tráfego e mantém a distância de segurança necessária. Este sistema pode efetivamente impedir colisões traseiras causadas pela distância insuficiente, proporcionando maior conveniência e concentração aos condutores, principalmente em situações de trânsito intenso.

Sistema de aviso de colisão traseira

No trânsito rodoviário, mesmo a mais breve distração pode ter sérias consequências. A Bosch desenvolveu um sistema de aviso para motas, reduzindo o risco de colisão traseira. O sistema é ativado assim que o veículo arranca e suporta o condutor em todos os tipos de condução. Se o sistema detetar que outro veículo se está a aproximar de forma perigosa e o motociclista não reage a esta situação, um aviso é emitido através de sinal acústico ou visual.

Detetor de ângulos-mortos

Este sistema mantém a vigilância em todas as direções para ajudar os motociclistas a mudar de faixa com segurança. Um sensor de radar serve como um olho eletrónico do sistema de reconhecimento de ângulos mortos, registando objetos em áreas difíceis de ver. Sempre que existe um veículo no ângulo morto do condutor, o sistema avisa-o através de um sinal visual – por exemplo, no espelho retrovisor.

ABS

Desde 1984, a Bosch tem aperfeiçoado continuamente o sistema ABS do motociclo, para que esta tecnologia seja adaptável a todos os veículos, em todos os mercados. De acordo com a pesquisa sobre acidentes, promovida pela Bosch, cerca de um em cada quatro acidentes de mota que envolvem mortes ou lesões poderiam ser evitados se todos os veículos de duas rodas fossem equipados com o sistema de ABS. Em todo o mundo, cada vez mais países e regiões, incluindo UE, Japão, Taiwan e Brasil, estão a exigir que o sistema de ABS seja obrigatório nas motas. Desde abril de 2018, o ABS para motas é obrigatório na Índia para todos os novos tipos de veículos de duas rodas com um motor acima de 125 cc. O ABS 10 foi projetado especificamente para atender aos requisitos para veículos motorizados de duas rodas em mercados emergentes.

MSC

O controlo de estabilidade MSC para motociclos é o primeiro sistema de segurança do mundo pensado integralmente para as duas rodas. Ao monitorizar os parâmetros destes veículos, como o ângulo de inclinação, o sistema pode ajustar instantaneamente as intervenções de travagem e aceleração eletrónica, adequando-se ao atual estado de condução. Desta forma, o sistema da Bosch pode impedir que a mota faça mudanças de ângulo bruscas ou que se perca o controlo ao travar nas curvas, que é onde a maioria dos acidentes de mota ocorrem. O novo sensor 6D, que integra o sistema de MSC, é o menor e mais leve do mercado. Esta melhora significativamente a flexibilidade de montagem e é menos propenso a vibrações.

Comunicação entre motociclo e carro

Ao permitir que as motas e os carros comuniquem entre si, a Bosch está a criar um escudo digital para os motociclistas. Os veículos num raio de várias centenas de metros trocam informações sobre o tipo de veículo, velocidade, posição e direção da viagem, a uma velocidade de até dez vezes por segundo. Muito antes de a mota surgir, a tecnologia avisa os condutores e os sensores do veículo que se está a aproximar uma mota. Isto permite que estes conduzam melhor e de uma maneira mais defensiva. O padrão de WLAN público (ITS G5) é utilizado como base para a troca de dados entre motas e carros. Os tempos de transmissão de apenas alguns milissegundos entre o transmissor e o recetor significam que os utilizadores desta tecnologia na estrada podem gerar e transmitir informação importante relativamente às situações de tráfego.

Chamada de emergência, chamada de avaria e chamada de informação

Com base nos algoritmos inteligentes de colisão, o eCall deteta quando um condutor de mota está envolvido numa colisão, transmite automaticamente uma chamada de emergência e informa os serviços de emergência sobre o tipo de veículo e a sua localização. No caso de o veículo de duas rodas ficar destruído, o eCall contacta de forma autónoma a oficina e envia os dados necessários. O eCall é um assistente eficaz em qualquer estrada do mundo. Este faz com que o acesso a informação útil – como a localização do posto de combustível mais próximo – seja simples e rápida. Para a Bosch, os sistemas de assistência da mota são outro ponto de partida para tornar a visão da mobilidade livre de emissões, livre de acidentes e livre de

stress

uma realidade.

Mais novidades