Icon--AD-black-48x48Icon--address-consumer-data-black-48x48Icon--appointment-black-48x48Icon--back-left-black-48x48Icon--calendar-black-48x48Icon--Checkbox-checkIcon--clock-black-48x48Icon--close-black-48x48Icon--compare-black-48x48Icon--confirmation-black-48x48Icon--dealer-details-black-48x48Icon--delete-black-48x48Icon--delivery-black-48x48Icon--down-black-48x48Icon--download-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--externallink-black-48x48Icon-Filledforward-right_adjustedIcon--grid-view-black-48x48IC-logoutIC-upIcon--info-i-black-48x48Icon--Less-minimize-black-48x48Icon-FilledIcon--List-Check-blackIcon--List-Cross-blackIcon--list-view-mobile-black-48x48Icon--list-view-black-48x48Icon--More-Maximize-black-48x48Icon--my-product-black-48x48Icon--newsletter-black-48x48Icon--payment-black-48x48Icon--print-black-48x48Icon--promotion-black-48x48Icon--registration-black-48x48Icon--Reset-black-48x48share-circle1Icon--share-black-48x48Icon--shopping-cart-black-48x48Icon--start-play-black-48x48Ic-OverlayAlertIcon--summary-black-48x48tumblrIcon-FilledvineIc-OverlayAlertwhishlist
Assinatura de Projetos de Inovação em Ovar
Notícias

Bosch assina novas parcerias de inovação com Universidades do Minho e do Porto

Investimento superior a 50 milhões de euros até 2022

  • Cerimónia em Ovar contou com a presença do primeiro-ministro e do ministro Adjunto e da Economia
  • „ 300 novos postos de trabalho serão criados na Bosch e nas universidades com os projetos de inovação
Inovação-Bosch-Ovar -1

Ovar – O primeiro-ministro António Costa marcou presença esta segunda-feira, dia 25, em Ovar, na cerimónia de assinatura das novas parcerias de inovação da Bosch com a Universidade do Minho (UMinho) e a Universidade do Porto (U.Porto). Os projetos, que assinalam um novo ciclo de investimento na inovação em Portugal, têm como foco o desenvolvimento de soluções nas áreas da mobilidade, cidades inteligentes e seguras e indústria conectada. Está previsto um investimento total de mais de 50 milhões de euros até 2022 e a contratação de cerca de 300 pessoas pela Bosch e as universidades.

Na cerimónia estiveram ainda presentes o ministro Adjunto e da Economia, os reitores das Universidades do Porto e do Minho, o presidente da câmara de Ovar e o presidente da AICEP, entre outros convidados institucionais.

Parceria entre a Bosch e a UMinho focada na mobilidade e indústria conectada

A unidade da Bosch em Braga e a UMinho foram pioneiros na aproximação entre a indústria e a academia em Portugal. Ao iniciarem, em 2013, aquela que seria a maior parceria de inovação no país, estavam a criar um modelo mutuamente benéfico visto no país como um exemplo a seguir. Desde então, cerca de 75 milhões de euros foram investidos na criação de soluções para a mobilidade e indústria conectada, criando conhecimento crítico que contribui ativamente para o aumento da competitividade de Portugal no mercado global. Com o sucesso das duas primeiras fases, que levou ao desenvolvimento de inovações na área do interface homem-máquina, o evento em Ovar assinalou a continuidade desta parceria e a formalização da terceira fase, que representa um investimento de 35 milhões de euros e a contratação de cerca de 60 novos colaboradores para a Bosch e 70 investigadores para a UMinho. Para Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal e administrador técnico da Bosch em Braga, “a parceria com a UMinho tem sido decisiva para o crescimento da empresa em Portugal. Hoje, Bosch em Braga é vista como um polo de inovação e contribui fortemente para a mobilidade autónoma e conectada, e muito deste reconhecimento deve-se à forte cooperação com os investigadores dedicados aos projetos de inovação na universidade”.

Até 2022, as equipas da Bosch e da UMinho estarão focadas no desenvolvimento de tecnologia essenciais para que o veículo seja capaz de detetar o ambiente circundante e tomar decisões com base em inteligência artificial e sensores. Para o Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, “Estes novos projetos representam o reconhecimento dos excelentes resultados obtidos até ao momento no âmbito da parceria entre a UMinho e a Bosch ao nível do emprego científico e do emprego qualificado gerado, dos processos de inovação induzidos e dos impactos económicos resultantes. Os novos projetos representam também a possibilidade de se aprofundar o caminho até agora prosseguido, antecipando-se, face à experiência anterior, novos e importantes avanços na mobilidade e indústria conectada, com base numa plataforma de colaboração entre a UMinho e a Bosch, que se tornou já um exemplo, internacionalmente reconhecido, de colaboração entre a universidade e a indústria.”

Mais segurança nas cidades inteligentes é o foco da nova parceria entre a Bosch e a U.Porto

Motivada pelo sucesso da parceria de inovação com a UMinho, a Bosch aproveitou o evento para assinar uma nova parceria com a Universidade do Porto. Juntos, os parceiros propõem-se a responder e antecipar os desafios que se colocam às sociedades urbanas modernas, desenvolvendo um ecossistema IoT (Internet of Things) para cidades seguras. O projeto “Safe Cities” representa um investimento de 16 milhões de euros e a integração de cerca de 30 novos colaboradores na unidade da Bosch em Ovar e mais de 85 investigadores na Universidade do Porto.

Para António de Sousa Pereira, Reitor da Universidade do Porto, “É com grande interesse que a Universidade do Porto se associa à Bosch Ovar no projeto Safe Cities”. O consórcio estabelecido “traduz a confiança da Bosch Ovar nas competências científicas e tecnológicas da Universidade do Porto, em particular da sua Faculdade de Engenharia. A Universidade do Porto e a FEUP estão comprometidas com os objetivos do projeto Safe Cities e, neste sentido, vão desenvolver os esforços necessários para que o consórcio com a Bosch Ovar cumpra o seu propósito de produção de conhecimento com valor científico e socioeconómico na área dos sistemas de segurança para cidades”. De resto, a Universidade do Porto dispõe de “massa crítica no abrangente domínio das smart cities, incluindo competências tecnológicas associadas à Internet das Coisas”, acrescenta.

Para a Bosch, a parceria com a Universidade do Porto é uma situação win-win: “Se por um lado coloca a Bosch Ovar no leque de empresas que beneficiam da capacidade de desenvolvimento e investigação das universidades portuguesas, por outro, permite que a empresa se projete para o futuro de uma forma cada vez mais consistente e assente na premissa Invented in Portugal”, afirma António Pereira, administrador da Bosch em Ovar. Os resultados do projeto “Safe Cities” serão testados na cidade do Porto.

inovação-bosch-ovar-3

Comunicação Institucional

Mais novidades