Para explorar todas as funcionalidades deste website, são necessários cookies. Por favor ative os cookies e efetue um refresh no navegador. Após o refresh, uma janela de diálogo sobre gestão de cookies será mostrada.

Este website utiliza cookies por razões de funcionalidade, comodidade e estatística. Poderá alterar esta configuração a qualquer momento, clicando em "Alterar configurações". Caso concorde com esse uso de cookies clique em "Sim, eu concordo". A nossa política de privacidade

Carro, temos que falar! Bosch coloca assistente de voz ao volante

 
 
 

11/01/2018 | Portugal | Notícias Corporativas

  • “A Bosch está a colocar um ponto final ao caos no cockpit. Transformámos o assistente de voz num passageiro", diz o Dr. Dirk Hoheisel, membro do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH.
  • A voz na Bosch é, por natureza, multilingue e não exige uma conexão de dados externa para suporte.
  • "Casey", "Linda" ou "Michael": o condutor decide o nome do assistente de voz da Bosch.

Hildesheim - "Eu sou a Casey, a tua nova passageira. Estás pronto para começar?" Assistentes de voz como Alexa, Siri, Google, Cortana e Bixby assumiram o controlo de casas inteligentes, da iluminação e do aspirador do pó – e a Bosch coloca agora o assistente de voz ao volante do veículo. Esta tecnologia recém-desenvolvida liberta os condutores de distrações para que se possam concentrar na sua tarefa essencial. "Quando os condutores entram num carro moderno, podem, por vezes, sentir-se como um piloto de avião devido aos botões, telas ou um menu de navegação confuso com mil submenus. A Bosch está a por um ponto final ao caos dos botões no cockpit. Em vez disso, transformámos o assistente de voz num passageiro", afirma Dr. Dirk Hoheisel, membro do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH. O assistente, que responde ao nome "Casey" na primeira vez que o condutor entra no carro, torna a condução mais segura e mais confortável.

De acordo com um estudo do Allianz Center for Technology, os condutores alemães são frequentemente distraídos, por exemplo, quando operam o sistema de navegação, ajustam o ar condicionado ou respondem a uma chamada telefónica. Este tipo de distrações é uma das principais causas de acidentes rodoviários.

Responde a cada palavra – mesmo offline

As funções dos comandos de voz do passado eram de pouca ajuda e e frequentemente estruturadas como um menu de opções possíveis. O condutor tinha de saber a estrutura na memória e ler os comandos necessários no visor do carro, algo que se tornava altamente distrativo. "Diga o que quiser da maneira que quiser dizer: a Bosch coloca um assistente de voz no carro que percebe o condutor exatamente como outra pessoa o faria", diz Hoheisel. O assistente da Bosch não responde a comandos de palavras rígidas. O sistema de reconhecimento de voz percebe estruturas de frases naturais, incluindo sotaques e dialetos de 30 países do mundo. O inglês não é simplesmente inglês para a talentosa linguista Casey, que fala um dialeto britânico, americano, neozelandês ou australiano.

Mais de uma década de trabalho foi investida no desenvolvimento do controlo de voz. A Casey é capaz de fazer algo que vai além das capacidades dos concorrentes mais conhecidos: pensa mais à frente e aprende. Se, por exemplo, o condutor quiser ligar ao "Paul", o sistema vai automaticamente aos contatos e considera a localização, a hora e a situação atual do condutor antes de responder. No caminho do escritório, de manhã, "Paul" provavelmente é o colega de trabalho, e esse mesmo nome à noite pode se referir ao melhor amigo. Para ter a certeza, Casey faz uma pergunta: “Encontrei cinco contatos chamados Paul. Quer ligar ao Paul Stevenson?" Essa dependência do contexto é uma primeira etapa da inteligência artificial.

Outra parte desta tecnologia sofisticada: o condutor pode, por exemplo, inserir endereços de destino em França em francês sem ter que fazer, manualmente, alterações nas configurações. Um exemplo: "Leve-me para Champ de Mars, Cinq Avenue Anatole Paris". A Casey compreende o destino automaticamente e calcula a rota para a Torre Eiffel.

Além disso: o assistente da Bosch não necessita de uma conexão de dados externa. O sistema de infotainment do carro assume o cálculo sem enviar dados para a nuvem, e a Casey permanece com os condutores em túneis, áreas com pouca cobertura de rede móvel e países nos quais o smartphone está desconectado.

Responde a qualquer nome

A conversa no carro torna-se ainda mais pessoal quando o condutor pode chamar o assistente por um nome à sua escolha. Os dias em que o sistema de comando de voz responde apenas ao nome dado pelo fabricante são parte do passado. Independentemente de ser chamado de "Casey", "Michael" ou "Linda", o sistema de reconhecimento de voz da Bosch entende e fala 30 idiomas diferentes com um total de 44 vozes de mulheres e 9 vozes masculinas. O condutor ativa o assistente ao dizer "Hey, Casey" ou utilizando o novo nome, e inicia novos diálogos simplesmente ao falar diretamente com o assistente, não tendo que esperar por um toque antes de começar a falar.

A Bosch é representada em Portugal pela Bosch Termotecnologia, em Aveiro, a Bosch Car Multimedia Portugal, em Braga, e a Bosch Security Systems – Sistemas de Segurança, em Ovar. Nestas localizações, a empresa desenvolve e fabrica soluções de água quente, multimédia automóvel e sistemas de segurança e comunicação, 95% dos quais exportadas para os mercados internacionais. A sede do Grupo no país está em Lisboa, onde são realizadas atividades de vendas, marketing, contabilidade e comunicação, bem serviços partilhados de recursos humanos e comunicação para o Grupo Bosch. Além disso, a empresa possui ainda um uma subsidiária da BSH Eletrodomésticos, em Lisboa. Com mais de 4.000 colaboradores, a Bosch é um dos maiores empregadores industriais de Portugal e gerou, em 2016, 1,1 mil milhões de euros em vendas internas.

Visite as nossas redes sociais em

www.facebook.com/GrupoBoschPortugal

www.linkedin.com/company/bosch-portugal

Grupo Bosch

O Grupo Bosch é líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 390.000 colaboradores em todo o mundo (a 31.12.2016), que contribuíram para gerar uma faturação de 73,1 mil milhões de euros em 2016. As operações do Grupo estão divididas em quatro áreas de negócio: Soluções de Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo, e Tecnologia de Energia e Edifícios. Líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades Inteligentes, mobilidade e indústria conectada. A empresa utiliza o seu conhecimento em tecnologia de sensores, software e serviços, bem como a sua própria cloud IoT para oferecer aos seus clientes soluções conectadas e em diversos domínios a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico da Bosch é fornecer inovações para uma vida conectada. Os produtos e serviços do Grupo Bosch são concebidos para cativar e melhorar a qualidade de vida das pessoas através de soluções inovadoras e úteis. Desta forma, a empresa oferece mundialmente "Tecnologia para a Vida". O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 450 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede mundial de desenvolvimento, produção e distribuição da Bosch está presente em quase todos os países. A sua força inovadora é a base para a continuidade do crescimento da empresa. Em cerca de 120 localizações em todo o mundo, a Bosch empresa 59.000 colaboradores em investigação e desenvolvimento.

A empresa foi fundada em Estugarda no ano de 1886 por Robert Bosch (1861-1942) como uma “oficina de mecânica de precisão e eletricidade”. A estrutura acionista da Robert Bosch GmbH garante a autonomia empresarial do Grupo Bosch, tornando possível o planeamento a longo prazo e a realização de investimentos significativos para salvaguarda do seu futuro. 92 por cento das ações da Robert Bosch GmbH são detidas pela Fundação Robert Bosch, uma fundação beneficente. A maioria dos direitos de voto é detida pela Robert Bosch Industrieltreuhand KG, uma trust industrial a quem está cometida a gestão dos ativos empresariais. As restantes ações são detidas pela família Bosch e pela Robert Bosch GmbH.

Para mais informações, consultar:

www.bosch.com

www.bosch-press.com

twitter.com/BoschPresse