Para explorar todas as funcionalidades deste website, são necessários cookies. Por favor ative os cookies e efetue um refresh no navegador. Após o refresh, uma janela de diálogo sobre gestão de cookies será mostrada.

Este website utiliza cookies por razões de funcionalidade, comodidade e estatística. Poderá alterar esta configuração a qualquer momento, clicando em "Alterar configurações". Caso concorde com esse uso de cookies clique em "Sim, eu concordo". A nossa política de privacidade

Sistemas de alimentação de combustível Bosch celebram 50º aniversário

 
 
 

Contactos


Bosch Portugal
Comunicação Corporativa
EN 16 - Km 3.7 - Cacia
3800-533 Aveiro
Portugal
Telefone +351 234 925 000

 

21/09/2017 | Portugal | Notícias Produtos

Uma história de inovação desde as bombas elétricas de gasolina aos módulos completos de alimentação de combustível

Foi em 1967 que a Bosch apresentou aquilo que na época, se apresentou como inovação: a primeira bomba elétrica de combustível. 50 anos depois, a Bosch celebra as “bodas de ouro” com uma ampla gama de produtos e serviços assentes na inovação e experiência adquiridas ao longo do tempo.

1967 – O ano do Jetronic

Curiosamente, foi em 1959 que a Bosch iniciou o desenvolvimento do sistema de injeção para automóveis a gasolina com controlo eletrónico. Em 1967 foi lançado o sistema D-Jetronic, o primeiro sistema eletrónico multiponto regulado por pressão. Foi a primeira vez no mundo que se produziu em série um sistema com esta categoria, onde um dos componentes chave era justamente a bomba elétrica de combustível Bosch.

O Volkswagen 1600 LE / TLE (Tipo 3) foi o primeiro veículo produzido em série equipado com o D-Jetronic. Não foi apenas o mercado de consumo a recolher benefícios pelo aumento do rendimento do motor; também a classe automobilista e outros veículos de corrida lucraram com a injeção coordenada de combustível.

A evolução das bombas elétricas

Os primeiros circuitos de gasolina estavam localizados longe do depósito de combustível. Alimentavam o combustível que depois era injetado e misturado com o ar na câmara de combustão, mediante a injeção de um sistema multiponto.

Os módulos de alimentação de combustíveis atuais instalam-se diretamente no depósito, como uma unidade integrada, incorporando um filtro de combustível, uma bomba elétrica, um regulador de pressão e um sensor de nível de combustível.

Jetronic, amigo do ambiente

Os anos 60 marcaram também uma crescente consciencialização ambiental, acompanhada por uma crise energética emergente. Foi nesse sentido que a redução do consumo de combustível e também das emissões de escape nos automóveis ocupou um papel cada vez mais fulcral.

O sistema Jetronic - e seguintes modelos – foi a resposta encontrada para este problema. A injeção a gasolina converteu-se no sistema predominante no mercado, acabando por substituir completamente os sistemas de injeção de carburador.

As bombas elétricas de gasolina não só eram utilizadas com esse tipo de combustível, como também em sistemas de injeção a diesel. Assim, e em combinação com a gestão eletrónica, a injeção a gasolina permitiu a aplicação de catalisadores de três vias e, portanto, o cumprimento das regras ambientais ao nível de emissões.

A experiência Bosch

A atual gama de bombas de combustível Bosch inclui mais de 450 módulos de alimentação completos, 60 kits de reparação de bombas e 120 bombas elétricas – todas, com a qualidade OEM e confiança da marca Bosch.

Todos os componentes são facilmente instalados, mesmo em caso dos kits de reparação de bombas. Possuem ainda uma elevada fiabilidade graças a rigorosos testes de qualidade, assentes no constante desenvolvimento das bombas de combustível. Esta experiência adquirida permitiu a criação de componentes mais pequenos, mais robustos, mais potentes e mais eficientes.

A Bosch é representada em Portugal pela Bosch Termotecnologia, em Aveiro, a Bosch Car Multimedia Portugal, em Braga, e a Bosch Security Systems – Sistemas de Segurança, em Ovar. Nestas localizações, a empresa desenvolve e fabrica soluções de água quente, multimédia automóvel e sistemas de segurança e comunicação, 95% dos quais exportadas para os mercados internacionais. A sede do Grupo no país está em Lisboa, onde são realizadas atividades de vendas, marketing, contabilidade e comunicação, bem serviços partilhados de recursos humanos e comunicação para o Grupo Bosch. Além disso, a empresa possui ainda um uma subsidiária da BSH Eletrodomésticos, em Lisboa. Com mais de 4.000 colaboradores, a Bosch é um dos maiores empregadores industriais de Portugal e gerou, em 2016, 1,1 mil milhões de euros em vendas internas.

Visite as nossas redes sociais em

www.facebook.com/GrupoBoschPortugal

www.linkedin.com/company/bosch-portugal

Grupo Bosch

O Grupo Bosch é líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 390.000 colaboradores em todo o mundo (a 31.12.2016), que contribuíram para gerar uma faturação de 73,1 mil milhões de euros em 2016. As operações do Grupo estão divididas em quatro áreas de negócio: Soluções de Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo, e Tecnologia de Energia e Edifícios. Líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades Inteligentes, mobilidade e indústria conectada. A empresa utiliza o seu conhecimento em tecnologia de sensores, software e serviços, bem como a sua própria cloud IoT para oferecer aos seus clientes soluções conectadas e em diversos domínios a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico da Bosch é fornecer inovações para uma vida conectada. Os produtos e serviços do Grupo Bosch são concebidos para cativar e melhorar a qualidade de vida das pessoas através de soluções inovadoras e úteis. Desta forma, a empresa oferece mundialmente "Tecnologia para a Vida". O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 450 subsidiárias e empresas regionais presentes em aproximadamente 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede mundial de desenvolvimento, produção e distribuição da Bosch está presente em quase todos os países. A sua força inovadora é a base para a continuidade do crescimento da empresa. Em cerca de 120 localizações em todo o mundo, a Bosch empresa 59.000 colaboradores em investigação e desenvolvimento.

A empresa foi fundada em Estugarda no ano de 1886 por Robert Bosch (1861-1942) como uma “oficina de mecânica de precisão e eletricidade”. A estrutura acionista da Robert Bosch GmbH garante a autonomia empresarial do Grupo Bosch, tornando possível o planeamento a longo prazo e a realização de investimentos significativos para salvaguarda do seu futuro. 92 por cento das ações da Robert Bosch GmbH são detidas pela Fundação Robert Bosch, uma fundação beneficente. A maioria dos direitos de voto é detida pela Robert Bosch Industrieltreuhand KG, uma trust industrial a quem está cometida a gestão dos ativos empresariais. As restantes ações são detidas pela família Bosch e pela Robert Bosch GmbH.

Para mais informações, consultar:

www.bosch.com

www.bosch-press.com

twitter.com/BoschPresse